5 dicas para aumentar o engajamento dos estudantes

alunos

Um crescente corpo de pesquisa em educação e ciências sociais sugere que a curiosidade dos estudantes pode ser estimulada de forma a fortalecer sua conexão com o conteúdo apresentado

por Cheryl Abla, consultora na área educacional

Aproveite o poder do mistério

Como os contadores de histórias de suspense sabem, os humanos têm uma necessidade compulsiva de descobrir o que acontece a seguir. Nós amamos resolver quebra-cabeças e encontrar sequências e padrões. Então, introduza sua próxima nova unidade com um mistério. Tente propor uma pergunta ampla a grupos de três ou quatro alunos, como: “O que aconteceria se não houvesse desigualdade social no mundo?”.

Faça pausas antes e depois de fazer uma pergunta

Apressar as perguntas e respostas não ajuda a maioria dos alunos. Todos nós processamos informações de forma diferente e, ao receber uma resposta do primeiro aluno cuja mão dispara, outras pessoas podem abandonar a questão antes de processá-la. Assim, as pausas os ajudam a reconsiderar a questão e refletir sobre a primeira resposta.

Crie menos perguntas – mas mais profundas

Uma ou duas perguntas cuidadosamente formuladas podem levar a uma discussão profunda. Tente usar perguntas que comecem com “E se…” ou “Como pode…” para que os estudantes busquem respostas que não sejam apenas “sim” ou “não”, e que não dependam da simples lembrança dos fatos. O objetivo deve ser promover o pensamento maduro e a discussão colaborativa.

Dê mais autonomia aos estudantes

Sempre que puder, leve um estudante a reconhecer que ele sabe alguma coisa sobre um assunto, e que ele ficará melhor se aprender um pouco mais. A curiosidade irá motivá-lo a realizar esse esforço extra. Para fazer isso, pergunte aos alunos o que eles sabem sobre um assunto e depois pergunte o que eles acham que não sabem. Pergunte quais dos itens “não sei” eles acham que são mais importantes para aprenderem. Essa tática dá certo porque oferecer a oportunidade de examinar o próprio conhecimento e a capacidade de aprender são pontos fundamentais.

Contextualize o conteúdo ao cotidiano

Um estudante que pergunta “por que eu deveria saber isso?” está apontando para uma tática de ensino promissora: os alunos precisam entender por que o conteúdo é importante para eles. Como vão usá-lo mais tarde na vida? Como as pessoas usam isso no mundo real? Por exemplo, você pode saber como um determinado assunto se relaciona com a qualidade de vida das famílias dos alunos no momento. A dica, neste caso, é oferecer aos estudantes projetos relevantes através dos quais se aplicam e mostram o que sabem.

 

*Texto traduzido e adaptado. Publicado originalmente em Edutopia

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Joaquim Távora, 686
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP