Bíblia ajuda o ser humano a ter um novo olhar sobre o mundo

crianças lendo a bíblia

“Para ler bem a Palavra são necessárias três coisas: um olhar de fé, um coração humilde e a vontade de encontrar-se com Deus”, explica o padre Teófilo no conto a seguir

 

O
padre Teófilo estava passeando na praça da igreja. O jovem Eduardo, ao aproximar-se para cumprimentá-lo, vendo que tinha uma Bíblia na mão, falou: “Padre Téo, recebi como presente uma Bíblia, mas confesso que até hoje fica na estante. Gostaria muito de aprender a lê-la!”. Sorrindo, o velho missionário respondeu: “Sabe, alguns leem a Bíblia simplesmente por curiosidade. Geralmente, ficam decepcionados, porque não encontram as respostas que buscam. Há outros que fazem uma leitura radical da Sagrada Escritura ou a interpretam de acordo com o que querem que ela diga, e não com o que ela realmente diz. Aprendi que para ler bem a Palavra são necessárias três coisas: um olhar de fé, um coração humilde e a vontade de encontrar-se com Deus nas entrelinhas daquelas páginas”.

Invocar o Espírito Santo

Os dois sentaram-se num degrau da escadaria da igreja e o padre Teófilo continuou: “O primeiro passo a ser dado, antes de abrir a Bíblia, é a invocação ao Espírito Santo. Ele é o grande protagonista silencioso. Com efeito, foi ele que inspirou os autores sagrados a traduzir com palavras humanas como Deus se revelou na história, por meio de narrações, símbolos e parábolas. Portanto, é o mesmo Espírito que acompanha quem lê. De fato, não basta saber ler, mas é preciso ouvir a voz de Deus no que se lê”.

Ler e meditar

O jovem Eduardo, admirado, perguntou: “Depois de invocar o Espírito, posso ler o texto bíblico?”. O padre Teófilo respondeu: “Com certeza, mas muito devagar. Ao ler a Bíblia, a pressa atrapalha. Alguns, por conhecer já um determinado trecho, leem rapidamente e acabam não compreendendo o que o texto diz. É necessário, primeiramente, saber o que o texto diz em si e, só depois, o que ele diz a nós. Em poucas palavras: em primeiro lugar deve-se ler e depois meditar. É justamente na hora da meditação que atualizamos o que lemos para perceber o que Deus fala para nossa vida pessoal e comunitária, hoje”.

E o padre continuou: “Não é suficiente que Deus nos fale, também nós podemos falar com Ele. Por isso, à luz de quando lemos e meditamos, elevamos a nossa oração a Deus. De certa forma, é a nossa resposta a Ele, que nos interpela. Nesse momento é importante conversar com ele de amigo para amigo. Se ele se aproximou de nós pela sua Palavra, nós, também, podemos nos aproximar Dele pela oração que a mesma Palavra desperta em nós”.

Ao ouvir isso, Eduardo disse: “Padre Téo, tudo isso é maravilhoso!”. O velho missionário respondeu: “É sim, meu jovem! Há mais dois passos a se fazer: a contemplação e a ação. A Palavra nos transforma porque nos faz olhar a vida e o mundo com o olhar de Deus. Nesse novo olhar acontece a contemplação, na qual está envolvido todo o nosso ser, convertendo a mente e o coração. Daí desabrocha a nossa ação. Finalmente, inspirados pela Palavra de Deus, decidimos como agir”.

Conselhos

O jovem, feliz por tudo aquilo que tinha acabado de aprender, agradeceu ao velho missionário, que logo recomendou-lhe: “Não deixe mais a Bíblia na estante: que ela seja sua companheira de viagem. Não precisa ler muito: basta saborear um pouco por vez. Comece pelos Evangelhos e deixe que Jesus o acompanhe nessa maravilhosa aventura de orar com a Bíblia”.

RODAS DE CONVERSA

Catequista, o conto acima pode te ajudar a introduzir a reflexão sobre a importância da leitura dos textos da Sagrada Escritura.

Abaixo, incluímos duas perguntas que podem ser úteis para promover a discussão com os catequizandos:

 

Como a Palavra de Deus pode transformar minha vida?

Como devo interpretar os textos bíblicos?

Publicado no jornal Missão Jovem de setembro de 2018 – edição nº 342

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Joaquim Távora, 686
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP