Coronavírus, diocese de Hong Kong, suspende missas para evitar contágios

FOTO: wikicommons: People_wear_mask_in_Causeway_Bay_202001

Cardeal Tong anuncia medidas pastorais especiais. As únicas atividades religiosas que não serão suspensas são casamentos e funerais. Paróquias e capelas permanecerão abertas.

Redação Asianews

Hong Kong (AsiaNews) – A partir de 14 fevereiro até 28 de fevereiro, a diocese de Hong Kong decidiu suspender as celebrações eucarísticas em igrejas e capelas para reduzir o risco de transmissão de coronavírus. O governo da ex-colônia britânica declarou que as próximas duas semanas serão decisivas para combater a epidemia: a população é convidada a ficar em casa e a evitar lugares aglomerados. Em resposta a essas diretrizes, esta manhã, o cardeal John Tong, administrador apostólico de Hong Kong, emitiu uma nota anunciando medidas pastorais especiais.

As únicas atividades religiosas que não serão suspensas são casamentos e funerais. Paróquias e capelas permanecerão abertas; eles poderão estabelecer horários específicos do dia ou da semana, nos quais os fiéis possam adorar o Santíssimo Sacramento e orar pelo fim da emergência. A diocese oferece duas alternativas à participação na missa de domingo: siga a função on-line ao vivo, transmita no site da diocese ou medite nas leituras do dia e reze o Rosário.

Em um comunicado à parte, a diocese publicou alguns avisos sobre a Quaresma e a Páscoa. No dia 26 de fevereiro – quarta-feira de cinzas – não haverá comemorações públicas. Práticas penitenciais como a Via Crucis não serão conduzidas coletivamente. Finalmente, a celebração do ritual da iniciação cristã de adultos não ocorrerá na Páscoa, mas será adiada para a solenidade de Pentecostes (31 de maio).

Inscreva-se e receba a newsletter

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Gregório Serrão 177
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP