Curso em SP propõe aprimorar a criatividade dos catequistas

Voltado aos agentes pastorais, formação visa motivar o potencial criativo para que as atividades desenvolvidas nas turmas de catequese, crisma e grupos de jovens sejam mais proveitosas

 

O
conteúdo é fundamental para que os catequistas consigam compartilhar as bases da fé cristã com as crianças e os jovens. No entanto, há outras ferramentas importantes que devem ser consideradas na metodologia do ensino religioso. Isso porque a catequese deve englobar a linguagem humana como um todo, porque necessita gerar relação, educar, informar e, sobretudo, transformar.

Pensando nisso, o Centro Cultural PIME, ligado à entidade católica Pontifício Instituto das Missões Exteriores (PIME), desenvolveu um curso em parceria com membros do projeto Ser e Transcender na tentativa de apresentar diversas técnicas para tornar a comunicação de conteúdos ainda mais eficaz.  Com início no dia 18 de agosto, o curso “A criatividade e o agir catequético – uma proposta de formação para agentes de pastoral” acontecerá na sede do PIME na capital paulista, próxima à estação de metrô Ana Rosa.

O curso inteiro parte da visão que para um trabalho evangelizador de qualidade é necessário não apenas os conteúdos, que são fundamentos da fé e indispensáveis, mas que, ao mesmo tempo, já são trabalhados por meio de formações diocesanas. Dessa forma, o curso proposto é voltado principalmente à linguagem. E antes mesmo da linguagem, sobre a pessoa que a utiliza.

“Entendemos que a pessoa precisa vivenciar a experiência de conhecer todo o seu potencial humano para colocá-lo à disposição da evangelização”, explica Casaro.

Para isso, o curso foi pensado em quatro módulos interligados. O primeiro, mais teórico, sobre a “Catequese como testemunho” e já uma introdução ao processo criativo. O segundo módulo intitulado “A ferramenta humana”, onde a pessoa fará uma redescoberta de si através do corpo e da voz. O terceiro módulo passará por técnicas criativas, como contação de estórias, teatro, um olhar para artes contemporânea e arte sacra moderna (como referência o trabalho do artista Claudio Pastro), e algumas formas de registrar e comunicar a experiência vivida através de fotos, vídeos e redes sociais. Nesse módulo, cada participante irá iniciar um projeto de conclusão de curso, para poder levar à prática, na sua realidade pastoral, a riqueza de tudo aquilo que aprendeu e experimentou. O quarto módulo, portanto, será a apresentação desses projetos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Planejado desde o início em parceria com membros da Animação Biblico-Catequética da Arquidiocese de São Paulo, a formação terá duração de 8 encontros semanais, de 4 horas cada, sempre aos sábados, das 14h às 18h. “Elaboramos essa formação com muito cuidado porque sabemos que a catequese não consiste primariamente em uma ‘entrega’ de conteúdos, mas numa maneira de se relacionar em que o sentido cristão da Vida é ao mesmo tempo oferecido e compartilhado”, explica o padre Massimo Casaro, missionário italiano que organizou o curso.

“O catequista alcança o seu objetivo se souber aproveitar de si mesmo como crente e como ser humano. Por isso, o curso acompanha os catequistas na descoberta de suas características específicas para que sejam melhor aproveitadas no relacionamento com os jovens”, ressalta.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas clicando aqui.

 

SERVIÇO

Curso: A criatividade e o agir catequético – uma proposta de formação para agentes de pastoral

Local: Centro Cultural PIME
Endereço: Rua Joaquim Távora, 686 – Vila Mariana – São Paulo/SP
Horário: das 14h às 18h
Encontros: agosto (dia 18), setembro (dias 1º, 15, 22, 29), outubro (dias 6, 20 e 27) e novembro (dia 10)

Veja a explicação do padre Massimo Casaro sobre o curso:

 

 

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Joaquim Távora, 686
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP