Juventude franciscana participa de encontro nacional em Vila Velha

Juventude franciscana participa de encontro nacional em Vila Velha

“Sabemos que caminhada se faz com os pés no chão. E é o chão da realidade onde pisamos que queremos transformar com a força de nossa juventude”

 

J
ovens de todo o Brasil se reuniram em Vila Velha (ES) para a 3ª edição do Encontro Nacional Franciscano de Juventudes (ENFJ), que aconteceu entre os dias 19 e 22 de julho. Realizado a cada três anos, o evento permite a vivência dos valores e da espiritualidade franciscana, além de uma grande experiência de oração e convivência fraterna. Em diálogo com o dinamismo da juventude, a programação deste ano incluiu momentos de reflexão e partilha, mas também brincadeiras, dinâmicas, tarefas-relâmpago, encenações, e muito mais.

De acordo com o Frei Diego Melo (ofm), um dos organizadores, a grande novidade desta edição foi o fato dos jovens realizarem uma experiência missionária concreta, indo ao encontro das famílias presentes nas comunidades da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, que sediou o evento deste ano.

Atendendo ao chamado do papa Francisco, Frei Diego tem incentivado os jovens a participarem de uma “Igreja em saída”. Coordenador do Serviço de Animação Vocacional (SAV) na Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, ele tem estado à frente de grandes eventos voltados à juventude, sempre a partir desse olhar missionário – fundamental para a fé cristã.

Louvor à Criação

Essa edição do ENFJ rendeu até mesmo um grande momento de oração na orla da Praia da Costa, com os jovens formando uma imensa roda na areia (veja o vídeo abaixo). Frei Leandro Costa, que dirigiu o momento, convidou os participantes a se deixarem tocar pelos sentidos, percebendo o calor do sol, a textura da areia, o som das águas do mar e a suavidade do vento. Embalados por essa atmosfera, alguns jovens começaram a declamar o “Cântico das Criaturas”, célebre composição de São Francisco, louvando ao Altíssimo pelos bens criados.

Uma injeção de ânimo

Após os quatro dias de encontro,  o evento chegou ao fim com uma animada procissão que subiu a ladeira do Convento da Penha, seguida de uma missa de encerramento. Ao final da celebração, foi apresentada a carta-compromisso escrita a partir das reflexōes e dos anseios da juventude que foi à Vila Velha (leia a carta na íntegra no final desta página).

“Volto feliz por encontrar pessoas que moram no meu coração, por conhecer outras novas, pela troca de experiência, pelo aprendizado, por ter sido inspirada pelo trabalho árduo que pessoas tão queridas e especiais desenvolvem pelo nosso Brasil. Um pouquinho de cada um de nós pode e faz uma grande diferença nesse mundo tão desigual. Estou feliz pela juventude protagonista que pode até ter medo, mas encara o desafio com a alegria e jovialidade que lhe são característicos”, declarou Aline Vieira, de São Paulo, que participou do evento pela primeira vez.

O próximo ENFJ acontece daqui a três anos, em 2021, e já tem lugar marcado: será na cidade de Santarém, no Pará, e terá como anfitriã a Custódia Franciscana de São Benedito da Amazônia.

Carta Compromisso do 3º Encontro Nacional Franciscano de Juventudes

“Somos jovens de muitas juventudes, de várias idades. Viemos de todas as regiões do Brasil. Nossos sotaques, costumes, origens e mentalidades são muito diferentes e variados. Mas temos algo em comum e que nos une: o amor a Jesus Cristo inspirado por Francisco e Clara de Assis.

Somos jovens de Vila Velha, pois estivemos, entre os dias 19 e 22 de julho, reunidos neste paraíso situado em terras capixabas, acolhidos pelas famílias como filhos e filhas, sob as bênçãos de Nossa Senhora da Penha, a Virgem das Alegrias, Padroeira do Estado do Espírito Santo. Somos jovens de Emaús e, nestes dias de Encontro Nacional, tivemos a chance de recordar que não caminhamos a sós, mas sempre na companhia do Cristo Ressuscitado. Somos jovens que mais uma vez assumem o compromisso de manter o coração abrasado e a mente iluminada pela sabedoria do Evangelho.

Somos jovens com desejo de caminhar. Somos jovens do compromisso, pois sabemos que caminhada se faz com os pés no chão. E é o chão da realidade onde pisamos que queremos transformar com a força de nossa juventude. Somos jovens conectados e queremos ser testemunhas vivas do Ressuscitado no mundo da tecnologia e das redes. Somos jovens do Brasil e queremos renovar o nosso compromisso em denunciar todas as mazelas que vêm maltratando principalmente o povo simples de nosso país: a corrupção, a ganância de poucos, o descompromisso dos poderes públicos, as injustas decisões em prejuízo dos mais pobres, a entrega irresponsável das riquezas de nosso país, a violência de gênero, a intolerância religiosa, o extermínio de jovens negros e pobres, a destruição da natureza e dos bens da criação.

jovens no ENFJ

(Fotos: Divulgação/Frei Luis Augusto Gabriel)

Queremos ser jovens revolucionários, atendendo com coragem o convite do Papa Francisco que nos chama a promover a “Revolução da Ternura”. Queremos ser jovens do discipulado e da missão, com o compromisso de sermos expressão viva e atuante de uma Igreja em saída. Queremos ser jovens da multiplicação, partilhando em nossas realidades as experiências e aprendizados que tivemos nestes dias em Vila Velha. Queremos ser jovens da perseverança, não deixando morrer as sementes aqui plantadas em nosso coração. Queremos ser jovens da comunhão, caminhando em sintonia com todos os ramos e expressões da Família Franciscana, bebendo do carisma que esta família pode nos oferecer.

Queremos ser jovens da abertura e do diálogo, dispostos a ouvir e desejosos de sermos mais ouvidos. Queremos uma formação sólida e permanente para nosso crescimento enquanto expressão juvenil do Carisma de Francisco e Clara. Queremos ser jovens do protagonismo e esperamos contar com a confiança e apoio de nossas entidades na concretização de nossos sonhos e projetos.

Queremos ser jovens da solidariedade e do abraço e, ao modo de Francisco, cultivar a coragem de abraçar os leprosos de nosso tempo, sem medo de ir ao encontro deles, assumindo suas lutas e misérias. Queremos ser jovens do aprendizado e da penitência, pois sabemos que temos limites e pecados e que estes só são superados quando procuramos manter com fidelidade os nossos olhos fixos no Senhor, sem abandonar o compromisso com a realidade.

Somos jovens da fé e da alegria. Desejamos transmitir a força do Ressuscitado em nossos gestos e palavras, em nossos momentos de oração e de descontração, quando nos divertimos e também quando falamos sério, quando louvamos e quando nos engajamos nas causas sociais. Queremos ser jovens do serviço e desejamos, com Cristo e como Francisco, aprender e ensinar a lição do lava-pés.

Somos muitos, somos diversos, desejamos estar unidos na construção do mundo sonhado por Deus em Jesus Cristo. Muito prazer, somos Jovens Franciscanos! Paz e bem!”

Vila Velha, 22 de julho de 2018

 

Confira a cobertura completa do evento no site da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

 

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Joaquim Távora, 686
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP