Dom Luiz Fernando pede oração para acabar ações violentas e ataques armados em Moçãmbique

Dom Luiz Fernando conversou com a assessoria de imprensa do Regional Sul 1 da CNBB, e contou os últimos acontecimentos na Província de Cabo Delgado

foto: CNBB Regional Sul1

por redação Mundo e Missão


“Nós estamos a viver uma situação muito difícil na nossa Província de Cabo Delgado. Precisamos em primeiro lugar de orações, mas também da solidariedade daqueles que puderem nos ajudar, pois com 250 mil desabrigados não há comida que chegue”. Foi o que disse dom Luiz Fernando Lisboa, bispo brasileiro da Diocese, situada ao norte de Moçambique, na província de Cabo Delgado, na África.

Nesses dias dom Luiz Fernando conversou com a assessoria de imprensa do Regional Sul 1 da CNBB, que abrange as dioceses do Estado de São Paulo. E contou os últimos acontecimentos e o clima de temor do momento naquela região do mundo que, há pouco mais de dois anos, está sofrendo por causa de um grupo armado que vem gerando pânico com ataques à população desprotegida.

Como relata o site do Regional Sul 1 da CNBB, dom Luiz Fernando explicou ainda a gravidade de ações violentas, com ataques armados esporádicos, em vilarejos da região norte da Província.

“O perfil das ações desse grupo se assemelha a terrorismo, e introduziu o medo e o pânico na população, que sem defesa, foge ou morre. As estimativas apontam para cerca de 250 mil pessoas em migração atrás de refúgio. Pemba, a capital da Província, está com superlotação, e em belo gesto de solidariedade, as famílias vão acolhendo os parentes e conhecidos”.

A igreja local e as instituições de assistência estão de portas abertas para acolher pessoas. Dom Luiz Fernando disse ter acolhido, na última semana, 35 crianças e jovens fugitivas, as quais aos poucos foram se encontrando na fuga em meio à mata e chegaram a Pemba. E também agradeceu as (Arqui)Dioceses do Regional Sul 1 pelas manifestações fraternas em meio aos tristes acontecimentos em Cabo Delgado.

“Dom Luiz Fernando e demais irmãos, estejam certos da nossa profunda solidariedade e comunhão com a Diocese de Pemba e seu sofrido povo. Continuamos acreditando que a esperança não decepciona. Contem com nossa oração e nossa afeição”, escreveu o presidente do Regional Sul 1 da CNBB, Dom Pedro Luiz Stringhini, em uma carta enviada no dia 15/04/2020.

fonte: CNBB Regional Sul1


Inscreva-se e receba a newsletter

seu apoio vale muito, assine a revista Mundo e Missão

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Gregório Serrão 177
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP