Música cria atmosfera de aprendizagem prazerosa

música

Especialistas enfatizam o poder da música em sala de aula como um bom recurso pedagógico para provocar a reflexão entre os alunos

 

M
ais do que entreter, a música tem um poder bastante útil: permite aos ouvintes momentos de conexão com a própria essência, além de trazer memórias à tona e provocar a reflexão – elementos buscados constantemente por qualquer professor.

Por conta dessas características, e também por ser uma linguagem comum a todos, a música serve como um elemento lúdico no processo educacional, com a chance de ser utilizado para trabalhar as habilidades da língua e os componentes do sistema linguístico, bem como para promover interação, motivação, além de criar uma atmosfera de aprendizagem prazerosa e descontraída.

Essa é a constatação de um artigo publicado na revista acadêmica Unisanta Humanitas, da Universidade Santa Cecília, localizada no litoral de São Paulo. As autoras, Ana Claudia Moreira e Halinna Santos, fizeram uma pesquisa para compreender como a música pode ser utilizada como recurso didático, pois facilita a apresentação dos conteúdos programáticos de cada disciplina. Isso é possível porque, segundo elas, a música influencia o homem física e mentalmente e pode contribuir para a harmonia interna, além de facilitar a integração entre o professor-aluno e aluno-aluno.

“Sabendo que há escolas e professores cujas aulas não despertam o interesse dos alunos, algo que ocasiona a falta de atenção, baixo rendimento escolar e um aprendizado mecânico, tentamos identificar como a música pode ser um recurso didático e o porquê a mesma não é utilizada com mais frequência, proporcionando aulas mais dinâmicas”, explicam.

Para justificar o uso da música como elemento que permite mais dinamismo às aulas, o artigo traz uma reflexão de Paulo Freire, considerado patrono da educação no Brasil: “Sonhamos com uma escola que, porque é séria, se dedique ao ensino de forma não só competente, mas dedicada. E que seja uma escola geradora de alegria. O que há de sério, até de penoso e trabalhoso, nos processos de ensinar e aprender, é não transformar o ‘fazer’ em algo triste. Pelo contrário, a alegria de ensinar e aprender deve acompanhar professores e alunos em suas buscas constantes. Precisamos remover os obstáculos que dificultam que a alegria tome conta de nós e não aceitar que ensinar e aprender sejam práticas necessariamente enfadonhas e tristes” (A educação na cidade – Cortez Editora).

Mais do que possibilitar aulas alegres, conforme as pesquisadoras, é necessário que os professores se reconheçam como sujeitos mediadores de cultura dentro do processo educativo, e que levem em conta a importância do aprendizado das artes no desenvolvimento e na formação dos alunos como indivíduos produtores, transformadores e reprodutores de cultura.

música

Música para criar elos

De acordo com o pianista e maestro argentino Daniel Baremoim, a música é “uma maneira de compactar o ser humano ao redor de um sentido”. E olha que propriedade para fazer esta afirmação ele tem: é fundador da West-Eastern Divan Orchestra, uma orquestra que une jovens músicos árabes e judeus.

“A música, de fato, tem o poder de exprimir o potencial de humanidade que sabe ir além dos seus limites. Tem a capacidade de colocar em relação os seres humanos, sem distinção de sexo, raça ou nacionalidade. Tudo isso porque nos conduz numa estrada que tem poder de levar do caos à ordem”, declarou em um artigo publicado no jornal italiano La Stampa.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra
A música na sala de aula – música como recurso didático“, por Ana Claudia Moreira e Halinna Santos
Revista acadêmica Unisanta Humanitas – Universidade Santa Cecília
Volume 3 – nº 1 (2014)

PARA SABER MAIS

O programa Pedagogia em Ação, do canal no YouTube da Universidade Veiga de Almeida, traz um panorama sobre como muitos professores têm colocado em prática a criatividade em sala de aula a partir de recursos musicais. Confira:

 

Texto publicado no encarte pedagógico do jornal Transcender de abril/maio de 2018 – Ed. 45

 

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Joaquim Távora, 686
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP