Os bispos argentinos contra o aborto

mortalidade infantil

por Redação Mundo e Missão

“Sim à mulher, sim à vida”. É o titulo escolhido pelos bispos da Argentina para uma campanha, que foi lançada no inicio de fevereiro, de conscientização da população contra a intenção do atual governo argentino de legalizar o aborto. Foi o presidente Alberto Fernández que declarou, em dezembro do ano passado, que pretendia levar adiante um novo projeto de lei, dizendo que o tema é uma crise de saúde pública. Já em 2018 o Senado rejeitou um projeto muito parecido após tramitar pela sétima vez no Parlamento.

Conforme uma carta aberta, publicada conferência episcopal argentina, a campanha terá o seu ápice no Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, quando os bispos devem concelebrar uma missa “pela proteção da vida humana desde a concepção até a morte natural”.

Desta vez, os bispos da Argentina estão adotando uma posição pública mais crítica, contrária a qualquer projeto que vise a permitir o aborto no país. Em ocasiões anteriores, eles delegaram a grupos de fiéis leigos a mobilização contra a lei. Agora, procuram passar a mensagem de que a luta pela defesa da vida inclui tanto a vida do bebê quanto a da mulher.

fonte: O São Paulo

Inscreva-se e receba a newsletter

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Gregório Serrão 177
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP