Paróquias, é preciso uma conversão missionária para evangelizar

A Congregação para o Clero publicou a Instrução “A conversão pastoral da comunidade paroquial a serviço da missão evangelizadora da Igreja”. Uma “preciosa ocasião para a conversão pastoral no sentido missionário”

padre Daniel Curnis, missionário do PIME durante uma celebração eucarística numa comunidade em Macapá

por André Guerra


“A reflexão eclesiológica do Concílio Vaticano II e as notáveis transformações sociais e culturais dos últimos decênios induziram diversas Igrejas particulares a reorganizar a forma de confiar o cuidado pastoral das comunidades paroquiais. Isto consentiu de iniciar novas experiências, valorizando a dimensão da comunhão e atuando, sob a orientação dos Pastores, uma síntese harmônica de carismas e vocações a serviço do anúncio do Evangelho, que melhor corresponda às hodiernas exigências da evangelização”. Começa assim a Instrução “A conversão pastoral da comunidade paroquial a serviço da missão evangelizadora da Igreja”, que foi publicada nesta segunda-feira (20/07) e foi redigida pela Congregação para o Clero. A instrução é uma “preciosa ocasião para a conversão pastoral no sentido missionário”: “São, de fato, convites às comunidades paroquiais a sair de si mesmas, oferecendo instrumentos para uma reforma, também estrutural, orientada a um estilo de comunhão e de colaboração, de encontro e de proximidade, de misericórdia e de solicitude para o anúncio do Evangelho”.

Conversão missionária. Eis o que precisa a igreja, hoje mais do que ontem. “Parece então superada uma pastoral que mantém o campo de ação exclusivamente no interior dos limites territoriais da paróquia, quando muitas vezes são os próprios paroquianos a não compreender mais esta modalidade, que aparece assinalada pela saudade do passado, mais que inspirada da audácia para o futuro”, está escrito na Instrução. Que continua: “Em razão do que foi dito até aqui, é necessário individualizar prospectivas que permitam de renovar as estruturas paroquiais ‘tradicionais’ em chave missionária. É este o coração da desejada conversão pastoral, que o anúncio da Palavra de Deus deve tocar, a vida sacramental e o testemunho da caridade, ou seja, os âmbitos essenciais nos quais a paróquia cresce e se conforma ao mistério que acredita”.

Aqui o texto completo da Instrução


Inscreva-se e receba a newsletter

seu apoio vale muito, assine a revista Mundo e Missão

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Gregório Serrão 177
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP