PIME faz 170 anos e abre uma reflexão sobre seu futuro

Uma missa em Milão, presidida pelo bispo de Crema, Mons. Daniele Gianotti, abriu as celebrações em todos os países onde o instituto está presente para comemorar o aniversário da fundação, mas também para abrir um período de dois anos sobre transformações e mudanças na história do instituto

por redação Mundo e Missão


Em 30 de julho de 1850, o Seminário Lombard para Missões Estrangeiras nasceu oficialmente em Saronno, o instituto que depois – da união com o Pontifício Seminário dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo para Missões Estrangeiras nascidas em Roma, alguns anos depois – em 1926, tornou-se o Pime. O aniversário é comemorado com solenidade especial este ano em todos os países onde o PIME está presente. O 170º aniversário da fundação é, de fato, a ocasião para a abertura de um período especial de dois anos que incidirá sobre o tema “Transformações e mudanças na história de nosso instituto”.

A celebração principal foi realizada em Milão e foi presidida por Mons. Daniele Gianotti, bispo de Crema, diocese de origem do padre Alfredo Cremonesi, missionário do PIME que morreu mártir em Mianmar em 1953 e foi proclamado abençoado em outubro passado. A missa – realizada no Teatro do PIME com um número limitado de convidados, em conformidade com as regras para a prevenção da disseminação do coronavírus – foi concelebrada pelo Padre Patrizio Garascia, superior da comunidade de Missionários Oblatos de Rho, do qual o fundador da instituir mons. Angelo Ramazzotti, e pelo superior geral do PIME, Ferruccio Brambillasca, e numerosos outros missionários e padres amigos.


Você conhece a história do PIME? Clique aqui e saiba mais!

Leia também o livro PIME: Traços de uma bela história


“Nossos pensamentos hoje só podem ser direcionados a todas as pessoas que sofrem da pandemia em algumas de nossas missões: na Índia, Bangladesh, Filipinas, Estados Unidos, México, no Brasil – disse o padre Brambillasca no início do celebração -. Mas estamos aqui, acima de tudo, para viver este aniersário em nome de duas palavras: ação de graças e reflexão. Ação de graças a Deus e àqueles que nos acompanharam nas estradas do mundo em todos esses anos. Mas também reflexão sobre nossa presença missionária hoje. Nesse período de dois anos, nos perguntaremos: ainda estamos realmente nos lugares onde deveríamos estar? Nossa estrutura como instituto missionário ainda é adequada para os dias de hoje, tão marcada pela mudança?”.

fonte: Mondo e Missione


Inscreva-se e receba a newsletter

seu apoio vale muito, assine a revista Mundo e Missão

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Gregório Serrão 177
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP