IAM celebra 179 anos evangelizando crianças e adolescentes


Créd. POM

No dia 19 de maio, a Infância de Adolescência Missionária comemora os seus 179 anos de história. Fundada por Dom Carlos Augusto Maria José de Forbin-Janson, então bispo de Nancy (França), que sensibilizou-se com a realidade descrita pelos missionários que evangelizaram na China. Para atender ao pedido dos missionários, Dom Carlos convocou as crianças da França para ajudar outras crianças. Com essa inquietação missionária, o bispo conversou com Pauline Jaricot, fundadora da Pontifícia Obra da Propagação da Fé. Assim, as crianças francesas comprometeram-se em rezar uma Ave-Maria por dia pelas crianças da China e a ajudá-las com uma moeda ao mês, expressão de caridade cristã e solidariedade universal.


Celebrar o aniversário da IAM é… Levar adiante o carisma deixado por Dom Carlos de Forbin-Janson


Assumindo um estilo de vida próprio, Dom Carlos tinha no apostolado sua grande paixão. Fazendo ressoar de um extremo ao outro da França sua voz de exímio pregador, conquistando inumeráveis pessoas pra Deus. Seu coração e o seu bolso estavam abertos aos pobres, aos quais ele dava até as suas roupas mais necessárias. Homem de oração, e zeloso apoiador da Obra da Propagação da Fé e do Rosário Vivo, fundados por Pauline Marie Jaricot.


Dom Carlos, além de admirar o empenho de Pauline na Obra da Propagação da Fé e sensível as mais duras realidades das crianças na China, relatadas pelos amigos missionários, inspirou-se no método de Pauline para iniciar a Obra da Santa Infância.

“Será possível criar para elas algo semelhante ao que é feito para os adultos em termos de compromisso missionário?” (Cf. DIARRA p.73), não só seria possível esta Obra, bem como, elas mesmas, as crianças, se tornariam as principais protagonistas e propagadoras desta rede de solidariedade para com outras crianças mais necessitadas. No início, contou com o apoio de Pauline Jaricot, que “há muito tempo, de fato, a senhorita Jaricot se preocupava com a salvação dos pequenos…” (SERVEL, op. Cit., p.204).

Dessa conversa de Dom Carlos com Pauline, surgiu bons frutos à Obra da Santa Infância, a qual, podemos vislumbrar da sua grandiosidade para Igreja no mundo inteiro. São milhares e milhares de crianças que em todos os continentes, conduzidas pela força do Espírito Santo, assumem de forma concreta o seu batismo, através do carisma da Obra da Santa Infância – A Oração, Sacrifício e Solidariedade, inspiradas pelo fundador Dom Carlos, que não só as instruiu, ele mesmo foi testemunha fiel do anúncio salvador de Jesus a todos da sua pátria e além-fronteiras.


Celebrar o aniversário da IAM é… ver o protagonismo de crianças e adolescentes


Com o objetivo declarado “salvar crianças, com a ajuda das crianças” (GIACOVELLI, op. Cit., cit.,p.231), Dom Carlos foi audacioso ao confiar uma Obra às crianças. Ele tem claro de que seria possível, porque as crianças com sua autonomia são capazes de estimular outras crianças, bem como, servir de apoio à missão e ao compromisso dos cristãos adultos. Com o seu testemunho de fé, crianças e adolescentes constituem o grande projeto eclesial de cooperação missionária.


A Missão da Infância e Adolescência realiza-se com pequenos gestos concretos de amor ao próximo, por meio de atitudes fraternas, em todos os lugares, no lazer, nos estudos, na oração, na contemplação do Rosto de Deus que é refletido no rosto dos irmãos de perto e distantes. Crianças e adolescentes ajudam e evangelizam crianças e adolescentes.


Assumindo o chamado de testemunhar Jesus Cristo até os confins da terra, crianças e adolescentes de todo o Brasil e do mundo inteiro, decidem-se livremente a assumir esta Obra como estilo de vida através da sua Consagração e compromisso de rezar todos os dias pelas crianças e adolescentes de todos os continentes.


Nestes 179 anos da IAM, nós queremos cada vez mais valorizar o papel das nossas crianças e adolescentes, assim como Jesus que em meio à multidão de adultos, reconhece a criança e sua autonomia:

“Deixai as crianças virem a mim e não as impeçais”.

Para conhecer um pouco desta Obra Missionária, convidamos vocês a mergulharem na mística do seu fundador, Dom Carlos de Forbin-Janson, e assim, compreender o carisma que impulsiona a IAM até os dias de hoje e que muitas crianças e adolescentes assumem como estilo de vida, verdadeiros discípulos(as) missionários(as) por meio da oração do sacrifício e dos gestos de solidariedade, tornam cada vez mais Jesus Cristo conhecido e amado.


O nosso abraço e gratidão a cada criança, adolescente e assessor que faz a IAM do Brasil.

E para você, celebrar o aniversário da IAM é… Esperamos a sua resposta!


De todas as crianças e adolescentes do mundo, sempre amigos!


Por Ir. Antonia Vania Alves de Sousa - Secretária Nacional da IAM, artigo publicado originalmente no site das Pontifícias Obras Missionárias - POM