top of page

Missionários chegam à Manaus (AM) e são enviados para conhecer a realidade amazônica


Proporcionar uma imersão na realidade eclesial na Amazônia é a proposta da Experiência Missionária que antecede o 5º Congresso Missionário Nacional (5CMN) que trará para Manaus centenas de missionários de todo o Brasil para diversas reflexões e partilhas a partir do tema “Ide da Igreja local aos confins do mundo” com os “corações ardentes e pés a caminho”. Na semana de 4 a 9 de novembro, 90 missionários de todas as idades, sendo leigos, padres e freiras, estarão no Amazonas para conhecer de perto como a igreja caminha em áreas que possuem diversos desafios pouco vivenciados nas regiões do sul e sudeste do país. Apesar das dificuldades logísticas, ocasionadas pela fumaça que cobriu Manaus nesta semana, temos as presenças de missionários de todas as regiões do país.


Um momento de acolhida foi preparado na manhã do dia 4 de novembro, no Centro de Formação Maromba, para cerca de 50 missionários. Uma programação foi preparada com acolhida e animação, apresentação Realidade Eclesial da Igreja de Manaus, na qual o coordenador de pastoral da Arquidiocese de Manaus, Pe. Geraldo Bendaham, falou aos presentes sobre os desafios de evangelizar em locais de periferia, locais de difícil acesso como as comunidades ribeirinhas no interior do estado, destacando as problemáticas atuais diante do cenário de estiagem extrema e queimadas que a região vivencia e que estes missionários presenciarão durante os próximos dias.

“Chegaram os missionários que vão fazer uma semana de experiência missionária indo para o interior, por exemplo, Autazes onde vão fazer contato com as pessoas, com a cultura, com o povo ribeirinho, ver a realidade, inclusive ver essa realidade de crise que nós estamos vivendo, a crise ambiental, mas aí mesmo é que a igreja tem que estar presente. Então, eles vão ter um olhar privilegiado para anunciar o reino de Deus, mas também vai ser um olhar preocupante, porque realmente a igreja continua precisando de missionárias e missionárias”, afirmou Pe. Geraldo Bendaham.


O Padre Matheus Marques, que está à frente da organização desta Experiência Missionária, afirma que será uma importante experiência de vivenciar o modo de ser igreja na Amazônia e de mostrar os caminhos pelos quais se realiza uma evangelização de maneira sinodal, como tanto se falou durante o Sínodo para a Sinodalidade, ocorrido no mês de outubro.


“É uma experiência para que possam ser inseridos dentro dessa eclesiologia, desse modo de ser igreja da gente, da igreja que está na Amazônia, para que aquilo que vai ser refletido durante o Congresso Missionário possa ressoar no coração de alguém que vive ou viveu essa experiência como igreja e na igreja que está na Amazônia. O nosso congresso tem por tema ‘Ide da Igreja local aos confins do mundo’ e nós entendemos que a nossa igreja que está na Amazônia, a nossa igreja de Manaus, pode ser iluminadora, pode mostrar caminhos de evangelização e de uma evangelização que se faz de modo sinodal. Então, esses missionários e missionárias certamente vão conseguir, além daquilo que vai ser refletido durante os dias do congresso, experimentar o jeito, o modo de ser igreja da Amazônia e isso deve despertar, certamente, muitos processos novos de evangelização em todas as nossas regiões. Nós queremos de fato ser uma igreja aberta à missionariedade, uma igreja que possa partir da sua realidade local, da Igreja Local aos confins do mundo nessa abertura ad gentes para todo o mundo”, destaca Pe. Matheus Marques.

Em meio à programação de acolhida, padre Matheus realizou a apresentação dos Espaços de Missão e proposta de programa, apresentação da Lista de Distribuição dos missionários para os locais de missão, e conduziu a celebração de Envio Missionário com contou com a bênção do Monsenhor Zenildo Lima, eleito bispo auxiliar da Arquidiocese que será ordenado bispo durante a missa de encerramento do congresso, na manhã do dia 15 de novembro.


À tarde, após o almoço, os missionários seguiram em missão para os municípios de Autazes (Diocese de Coari), Itacoatiara (Prelazia de Itacoatiara) e Careiro da Várzea (Arquidiocese de Manaus). Mais missionários estão chegando em Manaus e irão para a periferia de Manaus, acompanhando e participando das atividades nas áreas missionárias São Pedro, São João XXIII, Santa Helena e Paróquia Nossa Senhora das Graças – Aleixo.


No dia 9 eles retornam para o Centro de Formação Maromba para um momento de partilha do que vivenciaram nos 5 dias de missão, seguido do credenciamento para o 5⁰ Congresso Missionário Nacional que ocorre de 10 a 15 de novembro, juntando-se aos cerca de 700 missionários que estarão neste grande evento.


Fonte: Arquidiocese de Manaus


留言


bottom of page