top of page

Grupo de 23 missionários de 14 países que está cursando o Centro de Formação intercultural é acolhido na sede da CNBB

Um grupo de 23 missionários estrangeiros de 14 países que fazem parte da 124ª edição do Cenfi (Centro de Formação Intercultural) visitaram a sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O Cenfi é  um curso de iniciação à missão no Brasil, promovido pelo Centro Cultural Missionário (CCM) de Brasília, DF, organismo filial da CNBB.

Missionários em formaçãp no Centro Missionário
Missionários em formaçãp no Centro Missionário

O grupo de padres, religiosos e religiosas que visitou a sede da CNBB participa desde março do Cenfi, uma formação de 90 dias com dois módulos.  A formação é dirigida aos missionários e missionárias destinados ao Brasil por um período prolongado para aprendizagem do português e o estudo sobre a realidade brasileira.  O padre Tiago Ávila Camargo, diretor do CCM, acompanhou a visita.


Se preparar para sair em missão

Um deles é o padre da família Missionária da Redenção, João Bosco, de Burundi, que chegou ao Brasil em missão e atuará em Rondonópolis (MT), na paróquia de Jaciara.


Segundo ele, o Cenfi está sendo muito bom porque está formando missionários do mundo todo. “Somos muito felizes porque a Igreja no Brasil dedica este tempo no qual aprendemos a língua portuguesa, podemos conhecer a cultura do país para sair em missão”, disse.

Outra missionária que integra o grupo é a irmã comboniana Albertina Rosa Manoel Marcelino, de Moçambique, na África. Ela define o Cenfi como uma experiência muito positiva porque lhe ofereceu a oportunidade de conhecer o país e também a vida da Igreja e o trabalho missionário.

“O curso me ajuda a integrar e a me inculturar. O curso que estamos fazendo agora nos ajuda a conhecer a realidade eclesial não apenas na teoria mas também na prática porque temos a chance de conhecer e visitar as paróquias”, disse.

Acolhida na CNBB

O bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB, dom Ricardo Hoepers, acolheu o grupo na capela Nossa Senhora Aparecida na sede da entidade.


Após explicar o que é e o que faz a CNBB, dom Ricardo disse que o mundo passa pela CNBB, o que se confirma quando a entidade recebe em sua sede missionários e missionárias de 14 países de três continentes. “O mundo passa por aqui com a presença de vocês”, disse dom Ricardo.


Na visita à sede da CNBB, acompanhados pela Luiza Giampaolo, do setor de Governança da CNBB, os missionários conheceram todos os departamentos, salas de membros da presidência, das comissões episcopais e a Assessoria de Comunicação da entidade. O grupo almoçou na sede da Conferência.


De acordo com o padre  Tiago Ávila Camargo, diretor do CCM, o curso é uma oportunidade que a Igreja no Brasil oferece aos missionários missionários. “O fato de ser de países diferentes e expressões religiosas é uma riqueza. É uma oportunidade também para apresentarmos à cara do Brasil. São grandes alegrias que vamos experienciando em cada edição do curso”, disse.


O curso também marca a acolhida da CNBB aos missionários e missionárias que vão atuar no Brasil porque o CCM é um órgão filial da Conferência. “É uma oportunidade de mostrarmos a preocupação que a Conferência tem para com os missionários que aqui chegam. Uma vez que também serão contemplados no trabalho junto a paróquias, dioceses e aos bispos do Brasil”, disse.


Por Vatican News com UNICEF

 

Obrigado por ter lido este artigo. Se quiser se manter atualizado sobre Mundo, Igreja e Missão, assine a nossa newsletter clicando aqui



Comentarios


bottom of page