top of page

Dia contra o tráfico de pessoas: caminhar e rezar contra a exploração

Iniciou em Roma uma série de eventos em vista da 9ª edição do Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas. Entrevista com a Irmã Gabriella Bottani, missionária comboniana, que já foi coordenadora internacional da Organização Internacional Talitha Kum


Foto: Vatican Media

"Caminhar pela dignidade: todos os continentes se unem em oração", este é o tema do 9° Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas, a ser celebrado em 9 de fevereiro. Um percurso a ser feito em conjunto, em partilha, para derrotar este flagelo, unindo aqueles que trabalham para combatê-lo e os que são suas vítimas. De fato, como disse o Papa Francisco, "toda mudança precisa de um caminho educacional que envolva a todos". (Mensagem para o lançamento do pacto educacional, 12 de setembro de 2019). Uma ideia que está no centro da iniciativa que verá pessoas de todo o mundo - paróquias, comunidades, grupos - unidas em oração com o objetivo de comunicar ao mundo um flagelo global e combatê-lo.


"Encontre um minuto de seu tempo para unir-se a nós; um momento de silêncio e oração para recordar esta dramática situação que desfigura a dignidade da nossa humanidade”. O convite parte da irmã Gabriella Bottani, missionária comboniana, que foi coordenadora da Organização internacional Talitha Kum, rede internacional contra o tráfico de pessoas e organizadora da comemoração.

Uma delegação internacional de jovens em Roma

"Os jovens representantes das organizações parceiras já chegaram a Roma e estamos fazendo uma semana de atividades com eles", explica a Irmã. "Nos próximos dias, o evento continuará com uma espécie de 'revezamento' em Roma, como tem sido tradição nos últimos anos, com vários momentos organizados em conjunto, mas a maior parte do trabalho é feito nas diversas dioceses, comunidades, centros de acolhida e grupos que trabalham contra o tráfico de pessoas. A semana se concluirá no domingo 12 de fevereiro, com a participação do grupo e de todas as pessoas que queiram participar da oração do Angelus na Praça São Pedro com o Papa".

Uma peregrinação online pelo mundo

Como tem acontecido nos últimos anos, haverá uma mensagem do Papa Francisco no dia 8 de fevereiro, o dia em que recordamos Santa Josefina Bakhita, a irmã sudanesa que é a padroeira dos que trabalham contra o tráfico, de todas as vítimas e de todos os que sobreviveram a este drama. Precisamente na memória litúrgica da Santa, continua Irmã Bottani, haverá uma peregrinação on-line que começará às 9h30 da manhã, horário de Roma, e encerrará à tarde, às 16h30, será o coração da iniciativa que contará com a participação de muitos jovens empenhados em combater o fenômeno. Estaremos unidos ao redor do mundo", reitera, "do Extremo Oriente à Oceania ao Ocidente, América Latina e América do Norte com os Estados Unidos e Canadá". É um dia que dedicaremos à oração e à reflexão conjunta sobre a mensagem do Santo Padre".

Os jovens como protagonistas

Os jovens são os protagonistas deste evento e foram eles que escolheram o tema "Caminhar pela dignidade". São eles que, "já comprometidos contra o tráfico, se uniram para encontrar uma maneira de envolver outros jovens e manter viva a chama da luz, a luz da esperança, a luz da dignidade humana contra todas as formas de exploração, contra o tráfico de pessoas", diz Irmã Gabriella, e conclui: "Convido todos a se unirem em oração". Os que residem em Roma para participarem na paróquia de Santa Lúcia e online em: https://preghieracontrotratta.org/


Por Maria Milvia Morciano - Vatican News


Comments


bottom of page