top of page

Haiti: libertado missionário que havia sido sequestrado durante funeral

"Continuaremos a rezar por todos aqueles que são mantidos como reféns e aguardam o dia da libertação. Desejamos ao padre Jean-Yves Medidor um retorno seguro. Que o Senhor o fortaleça e o ajude a superar esta página dolorosa", diz o superior provincial do Canadá dos Clérigos de São Viator, padre Nestor Fils Aimé, ao dar a notícia da libertação do missionário. Padre Medidor tinha sido sequestrado em 10 de março de 2023 em Croix des Bouquets, um subúrbio de Porto Príncipe


Haitianos protestam contra situação de violência generalizada e de prolongada instabilidade política no país (AFP

O padre Jean-Yves Medidor - sacerdote dos Clérigos de São Viator -, pároco de Christ-Roi le Meilleur em Porto Príncipe, foi libertado. A notícia foi divulgada pelo superior provincial do Canadá dos Clérigos de São Viator, padre Nestor Fils Aimé, CSV, e pelo superior dos viatorianos no Haiti, padre Dudley Pierre, CSV.

"Soubemos que nosso irmão recuperou sua liberdade" na noite desta quarta-feira, disseram eles. "Nossos agradecimentos vão para todos aqueles que nos acompanharam e nos apoiaram com suas orações durante estes doze dias infernais. Continuaremos a rezar por todos aqueles que são mantidos como reféns e aguardam o dia da libertação. Desejamos ao padre Jean-Yves um retorno seguro. Que o Senhor o fortaleça e o ajude a superar esta página dolorosa". Padre Medidor tinha sido sequestrado em 10 de março de 2023 em Croix des Bouquets, um subúrbio de Porto Príncipe.

No Haiti desde 1965, dedicam-se principalmente à educação

Os clérigos de São Viator do Canadá fundaram a missão no Haiti em 1965. De fato, os primeiros deles chegaram ao Haiti em 1965 para substituir os jesuítas – expulsos pelo presidente Duvalier em 1964 – como diretores e professores do Seminário Maior de Teologia de Porto Príncipe.

Hoje existem quase quarenta clérigos de São Viator no Haiti. Eles trabalham principalmente no campo da educação através de oito escolas. Também administram duas paróquias na Arquidiocese de Porto Príncipe. O padre Jean-Yves Médidor é pároco de Christ-Roi em Croix-des-Bouquets, reduto de um bando criminoso chamado "400 mawozo". A comunidade dos clérigos de São Viator no Haiti pertence à província do Canadá.

(com Fides)


Comentarios


bottom of page