top of page

Nicarágua: 88 seminaristas da arquidiocese de Manágua enviados em missão

Grande alegria para o florescimento das vocações no país, mesmo em um momento difícil para a Igreja. Os futuros sacerdotes foram enviados a cinco paróquias da arquidiocese. A celebração eucarística para o envio foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Cardeal Leopoldo Brenes


Foto: Vatican Media

Em uma celebração eucarística presidida pelo Cardeal Leopold Brenes, no domingo (15), 88 seminaristas receberam a batina para iniciar sua formação no Seminário Maior, após completar o ano propedêutico. As famílias dos seminaristas viveram este momento com grande emoção, com lágrimas nos olhos, ao os verem vestidos pela primeira vez com as vestes que os identificam como seminaristas.

Vivendo este momento em oração

Em sua homilia, o Cardeal disse que os seminaristas estão começando a reta final de seus sete anos de formação. Durante quinze dias, eles estarão em missão em paróquias designadas. A Arquidiocese vem praticando esta experiência há anos como parte da formação sacerdotal. Ir em missão a paróquias rurais, "viver com pessoas em suas casas, acompanhar e ouvir jovens, crianças, idosos", disse Brenes.

88 seminaristas em missão em paróquias rurais

O arcebispo convidou os futuros sacerdotes a viverem este momento em oração, e os exortou a viverem as missões em espírito de escuta da Palavra de Deus vivida com o povo e nas comunidades. Brenes também lhes pediu para continuarem a rezar pela sua Igreja, pelos sacerdotes e bispos e pelos outros seminaristas, "para que se deixem guiar pelo Espírito Santo durante estes anos de formação". Por fim, agradeceu aos sacerdotes, formadores e famílias por acompanharem os jovens em seu processo vocacional.

Em missão em cinco paróquias

As paróquias que recebem os seminaristas durante esta missão são Nuestra Señora del Perpetuo Socorro Masachapa; Nuestra Señora del Carmen Villa el Carmen; Jesús de la Divina Misericordia Managua; Sagrado Corazón de Jesús Las Maderas e o Santuário Cristológico Nuestro Señor de Esquipulas La Conquista, Carazo.

As vocações em um momento difícil

É grande a alegria da Igreja na Nicarágua pelo florescimento das vocações, apesar do momento difícil para a comunidade eclesial. Em 2022, o governo sandinista expulsou do país o núncio apostólico Waldemar Stanislaw Sommertag e 18 religiosas da ordem das Missionárias da Caridade, fundada por Madre Teresa de Calcutá. Também acusou o Bispo de Matagalpa, Dom Rolando Álvarez, de "conspiração por minar a integridade nacional e propagação de falsas notícias através das tecnologias de informação e comunicação em detrimento do Estado e da sociedade".


Por AsiaNews



Comments


bottom of page