top of page

PIME renova o compromisso missionário na Amazônia

Dois missionários do PIME começaram seu serviço na Diocese de Parintins. Um novo projeto para servir a Igreja local, continuando o trabalho realizado há mais de cinquenta anos entre os Sateré Mawé.

pe. Bosco e pe. Gabriel junto com pe. Joseph Kouadio, superior regional do PIME América e pe. Henrique Uggé (foto: Paróquia de Nossa Senhora do Bom Socorro / Barreirinha-AM )

Terça-feira, dia 18 de junho, os padres Suresh “Bosco” Dowluri Kumar, originário da Índia e Gabriel Alberto Djata, da Guiné Bissau, foram apresentados à comunidade paroquial de Nossa Senhora do Bom Socorro de Barreirinha, Diocese de Parintins, à qual pertence a Área indígena Sateré Mawé. Durante a celebração eucarística, o bispo de Parintins, dom José Albuquerque, deu as boas-vindas aos padres Bosco e Gabriel, juntamente com o vigário geral da diocese o coordenador do clero, padre Dorival Nascimento e padre Marcílio Moutinho, atual pároco de Barreirinha. Estiveram presentes também o padre Joseph Kouadio, regional superior da região América e padre Henrique Uggé, para representar o PIME.



A presença de dois novos missionários do PIME em Barrerinha marca o início de uma nova presença do PIME nesta paróquia, com foco na área indígena onde trabalha o padre Henrique Uggé há cerca de 50 anos. Este novo projeto, junto com a diocese de Parintins, quer dar continuidade a esse trabalho missionário na paróquia e com os povos indígenas em uma Igreja local que o instituto fundou e continua servindo. 



“Rezemos por essa nova presença e por nossos dois missionários que, junto com padre Uggé, vão somar com o clero diocesano de Parintins para a evangelização deste povo originário.”


Por redação

 

Obrigado por ter lido este artigo. Se quiser se manter atualizado sobre Mundo, Igreja e Missão, assine a nossa newsletter clicando aqui




Comentários


bottom of page