top of page

POM no Brasil inaugura novo auditório Padre Gaetano Maiello

O auditório é uma homenagem ao missionário do PIME pela sua importante contribuição para a organização da Animação Missionária da Igreja no Brasil


Ir. Regina da Costa Pedro, MdI, diretora nacional das POM, e Pe. Ace Valdez, Conselheiro do PIME no Brasil

No dia 15 de março, última sexta-feira, foi inaugurado em Brasília o novo auditório Padre Gaetano Maiello. Trata-se de um espaço revitalizado dentro do complexo das Pontifícias Obras Missionárias. A cerimônia de reinauguração foi conduzida por Ir. Regina da Costa Pedro, MdI, diretora nacional das POM, e Pe. Ace Valdez, Conselheiro do PIME no Brasil. O novo local conta com um grande espaço e é equipado com sistema de ar condicionado, audiovisual e sonorização. O novo auditório faz parte do projeto em execução de revitalização dos espaços dentro do complexo das POM.


Homenagem ao primeiro diretor das POM no Brasil

O auditório recém-inaugurado é uma homenagem de reconhecimento ao padre Gaetano Maiello, missionário do Pontifício Instituto das Missões Exteriores (PIME), pela sua importante contribuição para a organização da Animação Missionária da Igreja no Brasil, entre elas a organização das POM e a celebração do Dia Mundial das Missões para todo o país, que posteriormente se tornaria o mês missionário. Padre Maiello trabalhou nas Pontifícias Obras Missionárias, primeiro como secretário-geral, entre 1973 e 1976, e, depois, como o primeiro diretor nacional, entre 1976 e 1983. A homenagem ao padre Maiello surgiu espontaneamente. A Ir. Regina da Costa disse que, quando fizeram a reforma, pensaram que seria muito importante colocar o nome de alguém que foi significativo para a caminhada das POM no Brasil.



Um lugar de encontros e de articulações

“Há aquela conhecida expressão de que ‘a missão é feita com as mãos daqueles que doam, com os joelhos daqueles que rezam e com os pés daqueles que partem’, mas também com a cabeça de todos aqueles que pensam e refletem sobre a missão. Então, o espaço dedicado ao Padre Gaetano Maiello é o espaço de encontro”, destaca Ir. Regina. O auditório, de fato, abriu as suas portas para receber os bispos referenciais da missão dos 19 regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), também os representantes dos Conselhos Missionários Regionais (COMIREs), além dos missionários e missionárias de todo o Brasil que participaram da Assembleia do Conselho Missionário Nacional (COMINA) que aconteceu nos dias 15 a 17. “Neste momento em que a gente vive intensamente a sinodalidade, o auditório Padre Maiello é um espaço de reflexão porque a sinodalidade é caminhar juntos, mas é também um espaço para pensarmos juntos. Eu tenho a convicção de que, para que a missão possa crescer, é necessário partir, rezar, mas também refletir, saber pensar, aprofundar-se. Então, espero que este espaço seja um local onde nós vamos nos encontrar com frequência para refletir muito sobre a missão.” explicou Ir. Regina.



Sobre o padre Gaetano Maiello

Nascido em Bolzano (Itália) em 1929, depois de completar o terceiro ano de ensino médio e superior em Nápoles, ingressou no PIME de Ducenta em 1º de Outubro de 1942. Prestou o juramento perpétuo em 24 de Junho de 1950 e foi ordenado sacerdote em Nápoles (paróquia Mater Dei) em 12 de Agosto de 1951. De 1951 a 1959 foi professor em Aversa e Ducenta, e Diretor da revista missionária "Venga il Tuo Regno" (Venha o Teu Reino). Com destino a Macapá, partiu em 4 de outubro de 1959. Chamado para a Itália em 1970, trabalhou em Nápoles como animador de seminaristas. Retornando à missão no Brasil em 1972, trabalhou nas Pontifícias Obras Missionárias, primeiro como secretário-geral (1973-1976) e depois como diretor nacional (1976-1983). Nomeado reitor da Casa Geral do PIME em 1984, permaneceu em Roma até 1989, quando foi designado para a Região Sul da Itália, onde trabalhou em Nápoles e Ducenta, e, com breve intervalo (2002-2004) em Macapá. Retornando à Itália em 2005 devido a diversas doenças físicas, continuou a trabalhar em Ducenta. Recentemente, com o agravamento do seu estado, foi transferido para Lecco onde seria tratado. Lá, faleceu de ataque cardíaco no dia 5 de Janeiro de 2009. Está sepultado no cemitério de Ducenta.


Por Ace Valdez


 

Obrigado por ter lido este artigo. Se quiser se manter atualizado sobre Mundo, Igreja e Missão, assine a nossa newsletter clicando aqui




Σχόλια


bottom of page