top of page

Trabalho acadêmico em jornalismo destaca acolhida e integração de venezuelanos no Brasil é aprovado

No dia 16 de dezembro foi apresentado o livro-reportagem: “Fronteira Aberta: Histórias de acolhida e integração dos Venezuelanos no Brasil”. Trata-se de um trabalho de conclusão do curso em Jornalismo na Faculdade Paulus de Comunicação, em São Paulo. Seu autor é o padre Ace Marbella Valdez, filipino e missionário do Pontifício Instituto das Missões Exteriores (PIME), vice-diretor da Editora Mundo e Missão. O livro foi avaliado pela banca examinadora e aprovado com “nota 10, com louvor”.

padre Ace Valdez, PIME, autor do livro "Fronteira Aberta"

Compuseram a banca as jornalistas e professoras: doutora Deisy Fernanda Feitosa Roman, coordenadora do curso de jornalismo na FAPCOM; Edna Pereira, mestra em comunicação na UNINOVE junto com a orientadora da pesquisa; e doutora Cilene Victor, titular do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UMESP e mestra em Comunicação pela Universidade Metodista, entre outros títulos acadêmicos. A doutora Cilene lidera o grupo de pesquisa Jornalismo Humanitário e Media Interventions. Durante a apresentação, estavam presentes também alguns missionários do PIME, venezuelanos entrevistados, amigos, colegas e alunos da faculdade.



O livro-reportagem

As narrativas do livro-reportagem têm como base os princípios do jornalismo humanitário missionário. A obra apresenta o contexto da crise humanitária e da migração forçada, em massa, dos venezuelanos, as histórias e trajetórias de cada migrante e refugiado, as dificuldades e os desafios que enfrentaram e como os superaram.


Inspirado pelo princípio da “responsabilidade fraterna e amizade social” na encíclica do Papa Francisco, “Fratelli Tutti” (Todos Irmãos), o livro evidencia as várias iniciativas de serviço de cooperação entre o Estado brasileiro, o exército, organizações não governamentais e instituições religiosas que atuam no processo de acolhimento, interiorização e integração dos venezuelanos no Brasil. A obra relata também os depoimentos dos brasileiros que acolhem os migrantes e refugiados, as amizades reciprocamente construídas.

O livro, de caráter multimídia, disponibiliza alguns “QR code” que redirecionam a uma plataforma para que o leitor possa ouvir diretamente trechos das entrevistas dos venezuelanos.


De São Paulo até na fronteira em Roraima

Padre Ace, missionário no Brasil desde 2018, entrevistou migrantes e refugiados venezuelanos em São Paulo e esteve em Boa Vista e em Pacaraima, na fronteira de Roraima com a Venezuela, com a finalidade de aprofundar a pesquisa sobre a migração venezuelana e o processo de sua integração no Brasil. Segundo o autor, este trabalho é fruto de discernimento, escuta, diálogo e prática jornalística. Em breve, terá o lançamento do livro e ele estará disponível para aquisição.


por redação



1 Comment


DEAR PADRE ACE MARBELLA VALDEZ,

HAPPY EASTER !

MY NAME IS ERIC VERA GUMAPAS., FROM THE PHILIPPINES.

MY STUDENT HAS SENT ME YOUR NAME. SHE SAID "THERE'S A FILIPINO PRIEST NAMED PADRE ACE MARBELLA VALDEZ IN SÃO PAOLO"

I IMMEDIATELY LOOKED FOR YOU IN FACEBOOK, VERY HAPPY I FOUND YOUR WHEREABOUTS.


I'VE BEEN CALLING SO MANY NUMBERS, TO GET IN TOUCH WITH YOU, BUT COULDN'T REACH YOU. NOW, I SAW THIS EDITORAMUNDOEMISSÃO. ... WHICH I THINK YOU'RE LEADING.


IF YOU RECEIVE THIS MESSAGE,

PLEASE CONTACT ME AT MY WHATSAPP NUMBER ➕5️⃣5️⃣ 1️⃣1️⃣ 9️⃣7️⃣0️⃣7️⃣1️⃣ 6️⃣6️⃣4️⃣8️⃣ (NOTE: ✅PLEASE SEND ME WRITTEN MESSAGE .✅.. PLEASE DO NOT CALL.✖


RESPECTFULLY YOURS

ERIC


Like
bottom of page