top of page

Uganda: Dom Sanctus Wanok, “a família é o principal centro de formação para os jovens”

O Bispo de Lira (norte de Uganda), Dom Sanctus Lino Wanok, na celebração dos 55 anos da Diocese, pediu unidade na luta contra a corrupção e o abuso de drogas, ressaltando que a família é o principal centro de formação dos jovens.

Peregrinos da Diocese de Lira (Uganda) a caminho do Santuário dos Mártires de Namugongo Foto: Vatican Media

“A corrupção se está tornando um retrocesso para o progresso humano e está destruindo a sociedade e os seus valores”, disse o Bispo da Diocese de Lira, na Uganda, Dom Sanctus Lino Wanok.

Por ocasião dos 55 anos da Diocese de Lira, situada no norte do Uganda, evento celebrado a 15 de julho, o prelado exortou a população a unir forças na luta contra a corrupção que assola a sociedade ugandense.

“Celebrar 55 anos de existência como diocese é um sinal de maturidade na fé, embora sob o peso da corrupção presente na sociedade”, disse durante a celebração realizada na Catedral dos Mártires de Uganda, em Lira. “É hora de todos acordarmos e mudarmos de mentalidade e estilo de vida”.

Dom Sanctus Wanok, que também é vice-presidente da Conferência Episcopal de Uganda, denunciou igualmenteo uso indevido de drogas e outras substâncias que são comuns na sociedade. “A luta deve partir da família que é o principal centro de formação e aprendizagem dos jovens”.

A corrupção e o abuso de drogas estão cada vez mais presentes nos lares, destruindo muitas famílias com consequentes efeitos negativos sobre as crianças que abandonam a escola, observou Dom Wanok.

Durante a homilia, o prelado expressou a sua gratidão por aqueles que o precederam e acompanharam. “Hoje damos graças a Deus pelo dom do saudoso Dom Ceaser Asili, o primeiro Bispo desta diocese que soube representar o Bom Pastor colaborando com os missionários combonianos que difundiram a fé entre o povo desta zona. Graças ao trabalho do primeiro Bispo, nasceram as Congregações das Irmãs Missionárias de Maria Mãe da Igreja (MSMMC) e das Missionárias de Jesus Divino Mestre, que hoje prestam seu serviço em diversas dioceses dentro e fora do País”, disse o Bispo disse durante a homilia.

Palavras de elogio também foram dirigidas ao falecido Dom Joseph Oyanga, segundo Bispo da diocese, que "guiou a Diocese num momento muito difícil em que a região teve que enfrentar a insurreição rebelde do Exército de Resistência do Senhor (LRA), e manteve-se firme na missão e cuidado pastoral do povo de Deus a ele confiado".

Ao terceiro Bispo da Diocese de Lira e agora Bispo emérito que com ele esteve durante a celebração deste aniversário, Dom Giuseppe Franzelli, Dom Wanok reconheceu o cuidado pastoral que soube administrar durante o seu mandato.

A Diocese de Lira foi fundada em 12 de julho de 1968 e foi dedicada aos Santos Mártires de Uganda.

Por Vatican News com a Agência Fides


コメント


bottom of page