top of page

Um padre cambojano é o novo prefeito apostólico de Kompong Cham

O padre Pierre Suon Hangly, um padre de 50 anos de Phnom Penh, é o novo prefeito apostólico de Kompong Cham, uma das três circunscrições eclesiásticas que compõem a Igreja Católica cambojana.


O Papa Francisco o nomeou em julho deste ano, chamando-o para suceder o administrador apostólico Pe. Bruno Cosme, missionário das Missions étrangères de Paris.


A nomeação do Pe. Suon Hangly é uma passagem importante para a comunidade católica cambojana, renascida há pouco mais de vinte anos e que hoje conta com cerca de 20 mil fiéis em um país de mais de 16 milhões de habitantes.


Pe. Pierre - ordenado sacerdote para o vicariato apostólico de Phnom Penh em 2001 - é de fato o primeiro sacerdote local a assumir a liderança de uma prefeitura apostólica após a terrível provação vivida pela Igreja cambojana durante a perseguição do regime comunista de Pol Pot.


O único precedente de um bispo cambojano é do Mons. Joseph Chhmar Salas, muito jovem ordenado bispo coadjutor de Phnom Penh em 14 de abril de 1975, três dias antes da capital cambojana ser conquistada pelo Khmer Vermelho. Após a expulsão do vigário apostólico - Mons. Yves Ramousse - Mons. Chmar Salas e o então prefeito apostólico de Batambang, pe. Paul Tep Im Sotha, teria morrido na onda de violência e privação que o Khmer Vermelho trouxe consigo. Ambos estão entre os mártires do Camboja, cujo processo de beatificação está em andamento desde 2015.


Biografia

O Pe. Pierre Suon Hangly é um rosto da Igreja local renascida das cinzas desta tragédia. Nascido em 14 de abril de 1972 em Phnom-Penh, foi ordenado sacerdote em 9 de dezembro de 2001. De 2002 a 2007 foi pároco no setor pastoral de Kampot / Takeo. De 2007 a 2015, ele completou seus estudos na França no Institut Catholique de Paris, obtendo um bacharelado e uma licença em teologia espiritual. De volta ao Camboja, foi pároco no setor pastoral de Phnom Penh Thmey; nos últimos anos ocupou também os cargos de vigário geral do Vicariato Apostólico de Phnom-Penh e superior do seminário local.


Anunciando a nomeação do Pe. Suon Hangly, o vigário apostólico de Phnom Penh, Mons. Olivier Schmitthaeusler agradeceu pelo serviço que prestou nos últimos anos e convidou os fiéis a rezar para que Deus lhe conceda “uma fé forte, cheia de amor e esperança, para ser um pastor zeloso em Kompong Cham”.


Por AsiaNews - tradução Valesca Montenegro, redação Mondo e Missione




留言


bottom of page